Glossário


O glossário possui todos os termos que um otaku ou uma otome iniciante possa desconhecer,para ajuda-los decidi fazer essa pagina para esclarecer qualquer duvida,se acaso faltou alguma palavra me avise que eu adicionarei aqui,ok?


 

Mangá:
 É a palavra usada para designar as histórias em quadrinhos feitas no estilo japonês.





 


One-Shot:
 É um termo utilizado para mangás (quadrinhos, comics, banda desenhada etc) que contenham somente um capítulo não fazendo parte de uma série, seja ele curto e postado de uma só vez ou longo e postado em partes.





Mangaká:
Os mangás geralmente se referem a um livro japonês em quadrinhos e mangaká refere-se ao autor do mangá.




                                                         
Anime:
 É qualquer animação produzida no Japão. A palavra anime tem significados diferentes para os japoneses e para os ocidentais. Para os japoneses, anime é tudo o que seja desenho animado, seja ele estrangeiro ou nacional. Para os ocidentais, anime é todo o desenho animado que venha do Japão.





OVA:
OVA, por vezes chamado de OAV (siglas para Original Video Animation e Original Anime Video), é um formato de animação que consiste de um ou mais episódios de anime lançados diretamente ao mercado de vídeo (VHS ou LD, atualmente DVD e Blu-ray), sem prévia exibição na televisão ou nos cinemas, mas há exceções. OVAs servem como complementos ou paralelos na história original, normalmente tem duração igual ou um pouco maior que a duração padrão de um episódio de TV de anime (25 minutos), mas nunca alcança a duração de um longa-metragem.

 
Filler:
Filler (literalmente que enche), embora pelo uso em Inglês não se limite a tal, é usado pela comunidade de fãs lusófonos para denominar episódios ou arcos inteiros de uma série de anime inexistentes na série original do mangá do qual a mesma foi adaptada. Geralmente são produzidos para impedir que a série de TV alcance as publicações atuais da série do mangá - geralmente mais lenta -, evitando paralisações.

Kodomo:
 É um gênero de animê ou mangá voltado para o público infantil. Mangás infantis também são conhecidos como kodomomuke manga e os animês, kodomomuke anime.






Shoujo:
Shōjo é um termo usado para referir animes e mangás para garotas, apesar de poder também interessar a qualquer gênero ou faixa etária.






Shounen:
Shōnen é um gênero demográfico de mangá ou anime direcionado a jovens do sexo masculino, apesar de poder também interessar a qualquer gênero ou faixa etária.








Josei:
Josei : que significa "mulher" em japonês, é a definição dada aos mangás e animes normalmente voltados para o público feminino adulto.



 
Seinen:
Seinen: que significa "homem jovem" no Japão, é a definição dada aos mangas e animes voltados para o público masculino entre os 20 a 40 anos.




 



Gekiga:
é o termo em japonês usado para definir um tipo mais adulto de mangá, voltado para públicos amadurecidos, por volta dos 18 aos 30 anos, sendo um estilo que pode retratar tanto temas reais quanto fictícios.







Mahõ shoujo:
é um sub-género de anime e mangá shōjo e um tipo de personagem feminina jovem com poderes mágicos. Exemplos famosos de animes dessa categoria são Sailor Moon , Cardcaptor Sakura.





Mecha:
Um mecha (メカ meka, abreviatura de mechanical, inglês para mecânico) é um robô gigante (geralmente bípede) controlado por um piloto ou controlador, comuns em algumas obras de ficção científica, mangá e anime.No contexto do anime, também se chama de mecha às produções em que mechas e seus pilotos são os principais personagens. Esse gênero também se tornou popular em séries de ficção científica japonesa, conhecidas como tokusatsu.

Tokusatsu:
 É uma abreviatura da expressão japonesa "tokushu satsuei" ,traduzida como "filme de efeitos especiais". Atualmente, tornou-se sinónimo de filmes ou séries live-action de super-heróis produzidos no Japão, com bastante ênfase nos efeitos especiais, mesclando varias técnicas como pirotecnia, computação gráfica, modelismo, entre outras.



Hárem:
É um gênero de anime e mangá que apresenta um personagem masculino ou feminino, que vive rodeado por várias personagens do sexo oposto.






Ecchi:
Ecchi ou Etchi ( em tradução livre, "obsceno") é um termo japonês que refere-se a relação sexual.
Hentai :
É uma palavra japonesa que, nos países ocidentais, é usado para se referir, em especial, àpornografia que é exibida em certos desenhos e mangás do Japão.





 

Shoujo-ai/Yuri:
É um gênero de mangá e anime que descreve relações românticas entre mulheres.










 Shounen-ai/Yaoi:
É um gênero de publicação que tem o foco em relações homossexuais entre dois homens.






Chibi:
É um termo japonês utilizado no contexto de anime ou mangá para descrever um traço de desenho de personagem bastante estilizado, com cabeças no mesmo tamanho dos corpos, geralmente para obter um efeito cômico ou mais sentimental.






Dorama:
 É a definição generalizada do gênero série de televisão oriental, seja ela J-Drama (drama japonês), K-Drama (drama coreano), TW-Drama (drama taiwanês, C-Drama (drama chinês) e até mesmo os Live-Action (séries ou novelas baseadas em títulos de sucesso de mangá ou anime).





Otaku:
 é um termo usado no Japão e outros países para designar um fã por um determinado assunto, que na maioria das vezes são fã de animes e mangás. No ocidente, a palavra é utilizada como uma gíria para rotular fãs de animes e mangás em geral, em uma clara mudança de sentido em relação ao idioma de origem do termo. Muitos membros da comunidade acham o termo ofensivo por não concordarem com a distorção de sentido do mesmo e se recusam a ser chamados assim.






Otome:
 Expressão japonesa que significa donzela, virgem ou senhorita (garota comportada e educada). Porém, no universo dos animes e mangás adotou-se a ‘regra’ que: menino é denominado ‘otaku’ e menina ‘otome’.  Mesmo assim, muitas garotas não utilizam esse termo por ser pouco conhecido, e por não se importar de ser chamada de otaku. Por isso, o mais comum é o termo otaku.



Cosplay:
 É abreviação de costume play ou ainda costume roleplay (ambos do inglês) que podem traduzir-se por "representação de personagem a caráter",  consiste em disfarçar-se ou fantasiar-se de algum personagem real ou ficcional, concreto ou abstrato, como, por exemplo, animes, mangás, comics, videojogos ou ainda de grupos musicais — acompanhado da tentativa de interpretá-los na medida do possível.

2 comentários:

  1. posso fazer um glossario? to pensando em fazer um blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claro!!!não sendo igual não vejo problema!

      Excluir